Resenha - Beijada por um Anjo #2 A Força do Amor, Elizabeth Chandler

Por Talita Helen

Resenha
Beijada por um Anjo #2
A Força do Amor

  Quatro semanas se passaram desde o acidente em que Ivy Lyons perdeu Tristan, o grande amor de sua vida, e deixou de acreditar nos anjos. Os dias têm sido difíceis e para superá-los, Ivy busca forças na família e nos amigos. Sua grande motivação agora é ensaiar para a apresentação de piano no Festival das Artes de Stonehill, já que Suzanne, sua amiga de infância, pensando em animá-la, fez sua inscrição, mesmo contra a sua vontade.
  Ainda sem saber lidar com os seus poderes angelicais, Tristan Carruthers conta com a ajuda de Lacey – um anjo mais experiente – para aprender a tocar nas pessoas, canalizar energia e voltar ao passado. Assim, os dois partem na busca por respostas para o acidente, por uma maneira de Ivy sentir Tristan e, principalmente, de mostrá-la que o acidente foi, na verdade, um assassinato.
  Todo esforço de Ivy para superar a perda de Tristan é interrompido por pesadelos que a fazem reviver o dia do acidente e se misturam com fatos do dia do suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, marido de sua mãe. O temor de Ivy é acalantado nos braços de Gregory, seu irmão adotivo.
  Angustiado pelos contínuos pesadelos da amada, Tristan decide que é a hora de fazer contato e segue seu objetivo com a ajuda de Lacey. Mas, como aproximar-se de Ivy se ela não acredita mais em anjos e ele agora é um?
  O amor que os une será o canal para Tristan se aproximar de Ivy e alertá-la sobre as pessoas que estão ao seu redor. Será que todos em que ela confia são realmente seus amigos?

  Há quatro semanas, Tristan e Ivy sofreram um acidente, onde ele veio a falecer e agora se tornou um anjo. Ivy por sua vez parou de acreditar em anjos, afinal Tristan morreu e os anjos nada fizeram para impedir. Quatro semanas, e os pesadelos de Ivy têm se tornado cada vez mais terríveis e detalhados, sonhos misturando  o acidente, com o suicídio de Caroline, ex-mulher de Andrew, seu padrasto. Tristan ao ver sua amada sofrer desse jeito, decide que é hora de tentar contado com Ivy.

  Outro motivo para que Tristan tente desesperadamente falar com Ivy é que ele descobriu que o acidente que tirou sua vida, foi na verdade um assassinato e agora Ivy corre perigo.

  Ivy busca na família e amigos um apoio para se recuperar da perda, e Gregory acabou se tornando seu grande amigo, e está sempre com ela, acordando-a de seus pesadelos, fazendo com que Suzanne morra de ciúmes, afinal eles são namorados.

  No segundo volume da série, o livro vem cheio de mistérios. Tristan continua tentando se comunicar com Ivy, enquanto ela se aproxima cada vez mais de Gregory, o que me deixou bem irritada, não gosto de Gregory e essa relação entre ele e Ivy me deu nos nervos ¬¬

  Outra coisa que me deixou irritada é o fato das pessoas, principalmente Suzanne, insistirem que Ivy tem de arrumar um namorado novo e “seguir em frente”, é claro que ela tem sim de continuar a viver, mas gente, só se passaram 4 semana, e ninguém se “recupera” em 4 semanas depois de perder o amor de sua vida, fala sério!

  Enfim, o livro é bom, como eu disse, cheio de mistérios e tal, eu recomendo, embora os “problemas” do primeiro livro, continuem nesse, toda aquela coisa, de não separarem as cenas, o que torna as coisas um pouco confusas.

Título Original: The Power of Love
Autor: Elizabeth Chandler
Editora: Novo Conceito










Virginiana. Bookaholic. Grifinoria. Narniana. Esmaltólotra. Chocólotra. Desastrada. Teimosa. Preguiçosa. Futura Arquivista. Sonhadora. Irônica da língua bem afiada. Em sua cabeça cria as mais inusitadas história e situações.  Twitter| Facebook| Skoob

4 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Taly! Já li Beijada Por Um Anjo, A Força do Amor, Almas Gêmeas e Destinos Cruzados e amei! Estou ansiosa para ler Revelações! Beijos!

Ana Carolina disse...

Antes de mais nada, amei seu blog! Muito lindo mesmo!

Nunca li essa série, mas talvez eu comece algum dia. "Amores impossíveis" do tipo vampiro x humana, anjo x humano, sei lá, demônio x humano já me saturou um pouco, só leio se a história realmente me prender... Mas, claro, só posso criticar depois de lê-los, então, vou dar uma chance para essa série.

Vi uma coisa em outro post seu que deu vontade de sair pulando! Eu sempre quis encontrar alguém que também já tivesse assistido Ichi Rittoru No Namida e quando vi você falando do Romioromen, wow! Esse dorama é mesmo muito lindo, uma verdadeira lição de vida. Legal ver que você é bem eclética, principalmente no quesito músicas!

Vou te linkar com certeza! Realmente adorei.

beijos!

Paulinha disse...

Ah, eu amo essa série *-*
Pretendo ler esse ainda esse semestre (espero conseguir). O primeiro me fez chorar demais e achei a história muito fofa e pelo que pude ver aqui, só parece ficar melhor ;)
Ah, eu queria Ivy e Tristan, mas...
Fiquei super curiosa! Mais mistérios?
Achei demais isso de o acidente ter sido tentativa de assassinato... doida pra ler tudo da série...
;*

http://www.batalhaliteraria.com.br/

NATY disse...

Ah, não li a resenha porque como ainda não comecei a ler a série e esse é o segundo fiquei com receio de ter spoiler. ;x

Beijo;*
Naty.

 
Design geral de: Rachel Lima | C�digos de Giovana Joris
|