Para Sempre - Os Imortais

Por Michelle Freire
Para Sempre
Os Imortais


Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante.
Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode

ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor.
Até que surge Damen. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz idéia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida... E apaixonada.

Quando comecei a ler esse livro, por indicação de uma amiga, não botei muita fé, mas logo nos primeiros capítulos eu já estava adorando. O mesmo nome da série, Os Imortais, já revele grande parte do “suspense” do livro, para pessoas desligadas, como eu, esse detalhe passa batido. O que me chamou atenção foi o titulo mesmo, que faz uma jogada com o nome da Ever (o titulo original é Evermore).
O livro segue esse mesmo conceito dos livros de fantasia atuais. Uma garota que não se encaixa conhece um garoto “irresistível” que esconde um grande segredo. A formula é batida, mas Alyson Noël consegue sair da mesmice, colocando elementos inesperados.
A Ever tem uma personalidade legal, e é fácil de se identificar, mas de quem eu gostei mesmo da irmãzinha “fantasma” dela. O Damen também foge ao estereótipo galã esquisito que se apaixona pela excluída da escola. Só a uma parte do livro em que e Ever parece meio idiota(?), mas logo essa sensação passa, e como todos os protagonistas elas faz a coisa certa.
A parte de tudo isso, o livro é realmente bom, e com certeza vai agradar aqueles fãs de fantasia/romance que cansaram do gênero vampiro. O livro tem uma continuação Lua Azul, esse ao contrario de Para Sempre achei um pouco maçante no começo, espero que o terceiro volume seja melhor.
Editora: Intrinseca
E ai? Já leram esse livro me digam o que acharam.

5 comentários:

vanessa disse...

Para Sempre está lá na minha estante esperando a vez dele de ser lido, e coitado, já foi passado pra trás várias vezes UAHSUAS gostei da resenha querida (:
Beijos, Vanessa.

Haylla disse...

Oiê ^^
Tudo bem?
Nháá, vim xeretar aqui!!
TUDO lindo.
Xerinho grande e boa noite'

Caroline Farias disse...

Sei que é chato ficar divulgando por comentário, mas é por uma causa boa, O DESTINO DO AMOR, meu livro, está em pré-venda!
Dá uma força!

Confira: http://odestinodoamor.blogspot.com/

Obrigada!
beijos

ʆɛtíciɑ iɑucɦ รwiԲt disse...

Eu não sou muito fã da série não, porque eu odeio a Ever u_u HUSHUAHS
Mas a série não é muito cativante também =/
No entanto eu quero muito ler "Terra de Sombras" pra saber o que vai acontecer *-*

Bjoos'
Lee Iauch - ϟ●•Giяl's•●ϟ

Angélica Roz disse...

Esse seu post veio na hora certa, pois eu estava louca para saber mais sobre esse livro. Agora já sei que preciso tê-lo! \o/ Adorei a sua resenha!! Bjoo!

 
Design geral de: Rachel Lima | C�digos de Giovana Joris
|