Divulgação, Jambô Editora

 Por: Rachel Lima

Para quem gosta, vim aqui divulgar os lançamentos da Jambô Editora, que são ''Dragon Age'', um RPG e ''A Cripta do Feiticeiro'', um livro jogo.


O último Flagelo devastou o mundo de Thedas há centenas de anos. Muitos acreditam que isso nunca mais vá acontecer, que a Era do Dragão irá terminar sem que esse mal se erga de novo. Eles estão errados. No subterrâneo, as crias das trevas se movem, trazendo consigo um novo Flagelo, que cobrirá as terras de escuridão. Agora, os reinos de Thedas precisam de uma nova geração de heróis — mas quem responderá ao chamado?

A fantasia medieval volta a suas raízes sombrias e brutais com Dragon Age RPG, o mais novo jogo da parceria de editoras que trouxe ao Brasil Mutantes & Malfeitores e Porto Livre. Baseado no premiadíssimo game Dragon Age: Origins, Dragon Age RPG traz toda a emoção do rico mundo de fantasia da desenvolvedora Bioware para a sua mesa. Crie seus próprios heróis e controle seu destino, enquanto o Flagelo chega a Thedas mais uma vez. 


Eu sempre gostei de jogos do estilo, mas quando eu era pequena o RPG era o que o meu primo desenhava num papelzinho e ele tomava os rumos do jogo (ou seja; se eu tivesse brigado com ele um dia antes, a primeira caverna que eu fosse entrar eu seria morta por algum monstro).

Acho jogos de RPG divertidos, apesar de nunca ter jogado em um até terminar o livro ou algo assim (meu negócio eram os jogos online). Eu adorei o roteiro do jogo, parece ótimo. Então quem jogar me avise se é legal quanto aparenta, ok?

Mais informações sobre Dragon Age? Aqui.





Da série ''Fighting Fantasy'' sai ''A Cripta do Feiticeiro'', por Ian Livingstone.

A série Fighting Fantasy foi criada pelos ingleses Steve Jackson e Ian Livingstone, e é composta de romances interativos, também conhecidos como livros-jogos. Um livro-jogo é único, pois oferece ao leitor a chance de assumir o papel do protagonista, participando dos eventos da narrativa através do uso de referências numeradas. No fim de cada referência há uma lista de opções; o leitor escolhe uma delas e, de acordo com sua escolha, é levado a uma referência seguinte.

Um mal ancestral agita-se nas entranhas do mundo, e a terra definha. O temível feiticeiro Razaak foi despertado, e está disposto a alcançar seus sonhos de morte e tirania. Ele é vulnerável apenas à sua própria espada, perdida há muito tempo, e tem uma impressionante gama de poderes. Encontrar a espada, derrotar as forças inimigas e enfrentar o próprio Razaak será uma missão épica. Existem artefatos a serem encontrados, sem os quais as a derrota é certa, mas há amigos na jornada. Acima de tudo você vai precisar de sua própria coragem e habilidade. Você atreve-se a viajar pelos desertos e florestas de Allansia e enfrentar Razaak em seu próprio covil?

Lápis e borracha são tudo de que você precisa para embarcar nesta emocionante aventura, completa com um elaborado sistema de combate e uma ficha de aventuras para anotar suas vitórias e derrotas.

Existem muitos perigos à frente e o seu sucesso não é certo. Você decide que caminhos tomar, que perigos enfrentar e que adversários enfrentar!


Eu já joguei um deste estilo, mas foi realmente deprimente porque eu nunca consegui terminar. (ok, eu trapaceei e nunca mais consegui sair do lugar onde havia parado). Acho estes livros-jogos muito legais porque você vai lendo e lendo e joga e quando vê, já passou umas cinco horas e você não almoçou, haha. Isto se você estiver sozinho em casa, claro.

Voltando, a série parece realmente muito boa e a arte de todas as capas são muito bem trabalhadas, para quem quiser saber mais, visite o link; aqui - para ser redirecionado para a página da editora Jambô.

5 comentários:

Michelle Freire disse...

quero ler agora, deve ser muito divertido

Bruno Miranda disse...

Que demais! Eu adoro livro-jogo. :D Eu já li um dois e é muuuito legal poder interagir com o livro, né?! u.u Beijos,

Bruno - minhaestante.com

Caue1507 disse...

nunca joguei rpg sem ser online e tbm nunca tinha ouvido flar de livros-jogo! :O qro o meu agoraaaaaa! D: haushuashashas

--
hangover at 16

Polie disse...

Parece bem legal mesmo. hm*
Gosto de coisas mediervais e ainda em jogos, deve ser demais! *o*

magicjebb disse...

Os livros-jogos do Ian Livingstone e Steve Jackson já tinham sido lançados no Brasil há mais de dez anos, pela Marques Saraiva.
Bom saber que a Jambô comprou essa briga e recomeçou a publicá-los em português.
Se os livros da Jambô forem como os daquela época, basta ter um lápis, borracha e um dado, e sair lendo e tomando decisões. No início se faz MUITA burrada e se morre o tempo todo, mas depois de algumas tentativas o cara aprende os caminhos certos no livro, e pode acabar vencendo o desafio. É bem divertido.

 
Design geral de: Rachel Lima | C�digos de Giovana Joris
|